Jornalista Danuza Leão morre aos 88 anos no Rio de Janeiro – Jornal Correio

Morreu nesta quarta-feira (22), aos 88 anos, a jornalista, atriz e ex-modelo Danuza Leão. Ela sofria de enfisema pulmonar e estava internada na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro, para tratar um quadro de insuficiência respiratória.

O corpo de Danuza será cremado no Cemitério do Caju. A família ainda não divulgou a data e horário do velório.

Danuza foi a primeira modelo brasileira a desfilar no exterior para o estilista Jacques Fath, em Paris. Na época ela tinha 18 anos. Lá, Danuza morou por dois anos no mesmo hotel de seu amigo Vinicius de Moraes e conheceu o pai de seus filhos, o jornalista Samuel Wainer, fundador do jornal Última Hora. Com ele teve três filhos, Samuel Wainer Filho – que morreu em um acidente em 1984 –, a artista plástica Pinky Wainer e o produtor de cinema Bruno Wainer.

Também escritora, Danuza contou sua própria vida em uma autobiografia “Quase tudo” (2005), que lhe rendeu um Prêmio Jabuti. Ela também lançou o best-seller “Na sala com Danuza”, líder de vendas em 1992. Foi autora de “Danuza Leão fazendo as malas” (2008), também ganhador do Prêmio Jabuti; “Danuza Leão de malas prontas” (2009) e “É tudo tão simples” (2011).

Como atriz, ela atuou no filme “Terra em transe”, roteirizado e dirigido por Glauber Rocha, em 1967.

Danuza foi colunista do Jornal do Brasil, da Folha de S.Paulo e do jornal O Globo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *